SUBIR

louis vuitton borse abercrombie negozio tommy hilfiger maglioni uomo air max thea Nike Roshe Run Longchamps Borse Prezzi ralph lauren scarpe nike jordan tacchi polo ralph lauren Milano nike air max 1 em
SENALBA-ES

Seja bem vindo ao nosso novo site!

Domingo, 5 de Abril de 2020



  • O SINDICATO
  • SENALBAS
  • DIREITOS
  • HOMOLOGAÇÃO
  • JURÍDICO
  • FILIE-SE
  • DOWNLOADS
  • FOTOS
  • LINKS ÚTEIS


15 de maio - Dia do Assistente Social!

15 de maio - Dia do Assistente Social!

 

O Senalba-ES parabeniza todos os trabalhadores e trabalhadoras que atuam na área da assistência social

 

 

Conheça a origem do dia do Assistente Social

 

O mês de Maio traz data muito especial para os Assistentes Sociais: o dia 15, quando se comemora o seu dia e marca a profissão desde o seu nascimento. Em 15 de maio de 1891, o Papa Leão XIII publicava a Encíclica "Rerum Novarum", apresentando ao mundo católico os fundamentos e as diretrizes da Doutrina Social da Igreja. Era a primeira Encíclica Social já escrita por um Papa e, arcava o posicionamento da Igreja frente aos Graves problemas sociais que dominavam as sociedades européias. Para os assistentes sociais europeus, a Encíclica publicada naquele dia 15 de maio, trazia um conteúdo muito especial. Atônitos frente à complexidade dos problemas existentes e teoricamente fragilizados em conseqüência de sua formação ainda bastante precária, aqueles profissionais assumiam o documento e os ensinamentos ali contidos, como base fundamental de seu trabalho. E desse modo se aproximavam cada vez mais da Igreja Católica européia que, por sua vez, assumia progressivamente a sua liderança sobre o enfoque das práticas sociais daqueles profissionais.

 

No Brasil, o Serviço Social foi criado em 1936, a partir das iniciativas dos grandes líderes da Igreja Católica no País, inspirados na Doutrina Social da Igreja então enriquecida por uma nova Encíclica Social: a "Quadragésimo Ano" redigida pelo Papa Pio XI e publicada no dia 15 de maio de 1931 em comemoração aos quarenta anos da Rerum Novarum. E, desse modo, gestada no seio da prática da "Ação Social Católica", ou simplesmente "Ação Católica" - no Brasil a profissão cresceu sob a liderança da Igreja e, até o início dos anos 60, recebeu a influência direta e decisiva da sua "Doutrina Social".

 

Mas, o fato de sabermos que o dia "15 de maio" é uma homenagem à publicação da "Rerum Novarum" - documento que embalou a profissão em berço e lhe sustentou a vida - não esgota o assunto em pauta. Quem determinou que assim o fosse? É uma data comemorada apenas por assistentes sociais brasileiros? Estas são algumas perguntas que na literatura encontrada, bem como nos contatos estabelecidos na fase preparatória desse artigo, não responderam a estas indagações. Cabe, portanto, aos assistentes sociais interessados na história profissional, se embrenhem pelos caminhos da pesquisa em busca dessas respostas e de outras relativas ao tema.

 

ATRIBUIÇÕES DO ASSISTENTE SOCIAL

 

De acordo com a lei 8662/93, que regulamenta a profissão de Serviço Social, em seu artigo 4º, constituem competências do assistente social:

 

I - elaborar, implementar, executar e avaliar políticas sociais junto a órgãos da administração pública, direta ou indireta, empresas, entidades e organizações populares;

 

II - elaborar, coordenar, executar e avaliar planos, programas e projetos que sejam do âmbito de atuação do Serviço Social com participação da sociedade civil;

 

III - encaminhar providências, e prestar orientação social a indivíduos, grupos e à população;

 

IV - (Vetado);

 

V - orientar indivíduos e grupos de diferentes segmentos sociais no sentido de identificar recursos e de fazer uso dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos;

 

VI - planejar, organizar e administrar benefícios e Serviços Sociais;

 

VII - planejar, executar e avaliar pesquisas que possam contribuir para a análise da realidade social e para subsidiar ações profissionais;

 

VIII - prestar assessoria e consultoria a órgãos da administração pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades, com relação às matérias relacionadas no inciso II deste artigo;

 

IX - prestar assessoria e apoio aos movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais, no exercício e na defesa dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade;

 

X - planejamento, organização e administração de Serviços Sociais e de Unidade de Serviço Social;

 

XI - realizar estudos sócio-econômicos com os usuários para fins de benefícios e serviços sociais junto a órgãos da administração pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades.

 

Já o art. 5º da referida lei aponta as atribuições privativas do assistente social. Ou seja, somente o profissional de Serviço Social pode executar tais atribuições. São elas:

 

I - coordenar, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos na área de Serviço Social;

 

II - planejar, organizar e administrar programas e projetos em Unidade de Serviço Social;

 

III - assessoria e consultoria e órgãos da Administração Pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades, em matéria de Serviço Social;

 

IV - realizar vistorias, perícias técnicas, laudos periciais, informações e pareceres sobre a matéria de Serviço Social;

 

V - assumir, no magistério de Serviço Social tanto a nível de graduação como pós-graduação, disciplinas e funções que exijam conhecimentos próprios e adquiridos em curso de formação regular;

 

VI - treinamento, avaliação e supervisão direta de estagiários de Serviço Social;

 

VII - dirigir e coordenar Unidades de Ensino e Cursos de Serviço Social, de graduação e pós-graduação;

 

VIII - dirigir e coordenar associações, núcleos, centros de estudo e de pesquisa em Serviço Social;

 

IX - elaborar provas, presidir e compor bancas de exames e comissões julgadoras de concursos ou outras formas de seleção para Assistentes Sociais, ou onde sejam aferidos conhecimentos inerentes ao Serviço Social;

 

X - coordenar seminários, encontros, congressos e eventos assemelhados sobre assuntos de Serviço Social;

 

XI - fiscalizar o exercício profissional através dos Conselhos Federal e Regionais;

 

XII - dirigir serviços técnicos de Serviço Social em entidades públicas ou privadas;

 

XIII - ocupar cargos e funções de direção e fiscalização da gestão financeira em órgãos e entidades representativas da categoria profissional.

 

(Fonte: http://www.assistentesocial.com.br/)

 


 

Seja o primeiro a comentar!

 
       

Visitas:128

site Wikipédia - acessado dia 15/05

 

Cadastre-se e receba nosso informativo com notícias e novidades diretamente no seu email.

Nome:

Email:

Cadastrar Cancelar   

 
 

 

Rua Barão de Itapemirim, 209, Ed. Álvares Cabral, Sala 502/504, Centro, Vitória-ES, E-mail:senalba@senalbaes.org.br,(27)3222-4792

 

 

 Site atualizado há 22 dias, 9 horas e 1 minuto  Novidades - Veja as novidades do site  RSS - Vincule sessões do site em seu programa de leitura  1 Visitantes on-line neste momento!
Resolução mínima de 1024x768 © Copyright 2004 - 2020 | Desenvolvido por Portall System